FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Melhoria do Rastreio do Câncer de Colo de Útero e Mama na Ubsf o-37 no Município de Manaus/AM
A promoção de saúde através da prevenção e educação continuada, especialmente no ambiente das Unidades Básicas de Saúde e suas comunidades, vêm ganhando cada vez mais valor e respeito perante os profissionais de saúde e gestores em geral, visto que, esse caminho é mais barato e tem benefícios que a médio e longo prazo são capazes de modificar o perfil do processo de adoecimento da população, agregando conhecimentos e práticas que favorecem o estado de saúde dos indivíduos. Este trabalho realizado na Unidade Básica de Saúde da Família O-37 do Distrito de Saúde Oeste em Manaus-Amazonas, teve como tema, a melhoria no rastreio do câncer de colo de útero e de mama e tratou-se de uma intervenção que ocorreu após uma análise do programa de rastreamento e prevenção do câncer de colo de útero e mama das mulheres da área de abrangência da unidade, onde se observou um resultado inferior ao desejado. Na região norte, de acordo com a Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, o câncer de colo de útero é o mais frequente sendo o tipo mais incidente especialmente no estado do Amazonas com alta taxa de mortalidade pela doença (Instituto Nacional do Câncer, 2011). Cabe aos profissionais de saúde desenvolver ações direcionadas ao controle do câncer de colo do útero e mama, a prevenção dos casos, detecção precoce e garantia de acesso ao diagnóstico e tratamento (BRASIL, 2013). O objetivo geral desse trabalho foi melhorar o rastreio do câncer de colo de útero e mama na Unidade Básica de Saúde da Família O-37. Como metodologia para o cadastramento e o acompanhamento das usuárias participantes desta intervenção foram utilizados como instrumentos de apoio, juntamente com a avaliação clínica: prontuários, ficha espelho e planilha de coleta de dados. Todas as ações realizadas durante a intervenção foram norteadas pelos quatro eixos programáticos: monitoramento e avaliação, organização e gestão do serviço, engajamento público e qualificação da prática clínica. O protocolo adotado para embasar este trabalho foi o Caderno de Atenção Básica Controle dos Cânceres do Colo do Útero e da Mama, 2ª edição, 2013, do Ministério da Saúde. Os resultados mais significativos ocorreram na qualificação prática clínica da equipe, na organização e gestão do serviço e no engajamento público. A intervenção foi finalizada com 164 mulheres (9,3%) entre 25 e 64 anos rastreadas para o câncer de colo de útero e 47 mulheres (8,3%) entre 50 e 69 anos rastreadas para o câncer de mama num período de 3 meses. As ações propostas foram incorporadas à rotina do serviço de saúde, visando a manutenção dos bons resultados dos indicadores qualidade e do aumento dos indicadores de cobertura.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/6939
20/Oct/2016

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Administração de Serviços de Saúde (N04)
  • Administração dos Cuidados ao Paciente (N04.590)
  • Assistência Integral à Saúde (N04.590.233)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Níveis de Atenção à Saúde (SP2.001)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Assistência à Saúde (SP2.016)
  • Assistência Integral à Saúde (SP2.016.122)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Serviços de Saúde (SP4.002)

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)


  • DOENÇAS (C)
  • Neoplasias (C04)
  • Neoplasias por Localização (C04.588)
  • Neoplasias Urogenitais (C04.588.945)
  • Neoplasias dos Genitais Femininos (C04.588.945.418)
  • Neoplasias Uterinas (C04.588.945.418.948)
  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Urogenitais Femininas e Complicações na Gravidez (C13)
  • Doenças Urogenitais Femininas (C13.351)
  • Doenças dos Genitais Femininos (C13.351.500)
  • Doenças Uterinas (C13.351.500.852)
  • Doenças do Colo do Útero (C13.351.500.852.593)
  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Urogenitais Femininas e Complicações na Gravidez (C13)
  • Doenças Urogenitais Femininas (C13.351)
  • Doenças dos Genitais Femininos (C13.351.500)
  • Doenças Uterinas (C13.351.500.852)
  • Neoplasias Uterinas (C13.351.500.852.762)
  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Urogenitais Femininas e Complicações na Gravidez (C13)
  • Doenças Urogenitais Femininas (C13.351)
  • Neoplasias Urogenitais (C13.351.937)
  • Neoplasias dos Genitais Femininos (C13.351.937.418)
  • Neoplasias Uterinas (C13.351.937.418.875)

  • DOENÇAS (C)
  • Neoplasias (C04)
  • Neoplasias por Localização (C04.588)
  • DOENÇAS (C)
  • Doenças da Pele e do Tecido Conjuntivo (C17)
  • Dermatopatias (C17.800)
  • Doenças Mamárias (C17.800.090)