FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Aplicabilidade do tratamento restaurador atraumático em crianças até seis anos de idade, no PSF 13, em Lavras - MG
A cárie dentária é uma das doenças de maior prevalência na população brasileira. Inúmeras pesquisas em odontologia buscam novas tecnologias, materiais e programas para o controle desta doença. As políticas públicas em saúde bucal também sofreram avanços nos últimos anos, mas parte da população ainda apresenta números altos de doenças bucais. A inserção da equipe de saúde bucal na estratégia Saúde da Família tende a reverter este quadro. O Tratamento Restaurador Atraumático é uma forma simplificada de atendimento, fundamentado na filosofia odontológica da mínima intervenção dentária. Baseia-se na remoção parcial do tecido cariado com instrumentos manuais e restauração com cimento de ionômero de vidro. Dispensa o uso da anestesia podendo ser realizado em locais desprovidos de energia elétrica ou em ambientes sociais. Atualmente tem sido realizado dentro dos consultórios odontológicos, favorecendo o atendimento em odontopediatria. Objetivos: realizar uma revisão da literatura sobre o Tratamento Restaurador Atraumático, discutir a pertinência do seu uso nas crianças atendidas pelos programas públicos de odontologia e elaborar uma proposta de intervenção para o atendimento às crianças até seis anos de idade na área adscrita à unidade 13 do Programa de Saúde da Família, em Lavras. Metodologia: foram consultados artigos de periódicos dos últimos dez anos, no Google e Scielo, além de dissertações, livros e publicações oficiais do Ministério da Saúde. As palavras chave utilizadas para o acesso aos artigos foram odontologia e saúde pública, tratamento restaurador atraumático, ART e odontopediatria. Conclusões: o Tratamento Restaurador Atraumático pode ser utilizado em odontopediatria, desde que acompanhado de ações educativo-preventivas e com monitoramento dos pacientes para avaliação contínua das restaurações.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/7581
31/Jan/2017

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)

  • DOENÇAS (C)
  • Doenças Estomatognáticas (C07)
  • Doenças Dentárias (C07.793)
  • Desmineralização do Dente (C07.793.720)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Saúde Ambiental (SP4)
  • Transtornos de Origem Ambiental (SP4.012)

  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E)
  • Odontologia (E06)
  • Assistência Odontológica (E06.170)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • Serviços de Saúde Bucal (N02.421.240)
  • Assistência Odontológica (N02.421.240.190)

  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E)
  • Odontologia (E06)