FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Latrogenia e qualidade de vida na terceira idade
O envelhecimento é processo comum, que se inicia com o nascimento e se prolonga por todas as fases da vida. Apesar de não haver um momento específico que defina uma pessoa como idosa, a idade de 60 anos tem sido tradicionalmente associada a essa fase da vida por sinalizar o momento em que, nas sociedades industrializadas, as pessoas geralmente deixam de ser a força de trabalho. Toda etapa da vida tem suas particularidades com relação à saúde, isso não é diferente com a pessoa da terceira idade, devido a progressiva deterioração da vitalidade e o apareciento de patologias, o idoso necessita de uma atenção mais individualizada à saúde, cabendo à Estratégia de Saúde da Família (ESF), o planejamento de ações de promoção e prevenção para atender a esta parcela da população. Portanto, faz-se necessário que a equipe de saúde que atua em PSF esteja hablilitada para atuar de modo a contribuir na prevençaõ de agravos á saude da pessoa idosa. Diante desse contexto a fez-se as seguintes indagações: como a saúde se agrava no processo do envelhecimento? Qual a concepção de iatrogenia? Como promover a qualidade de vida à população idosa na ESF? Para responder a estas questoes foi realizada uma pesquisa bibliografica tipo narrativa. A literatura consultada aponta que a prevenção é particularmente importante nos idosos, atendendo à redução fisiológica da sua reserva funcional e consequente risco acrescido de iatrogenia, nomeadamente farmacológica. Sendo, a iatrogenia e multifármacos, prevalentes em idosos, decorrentes da incidência de mais de uma doença crônica, identificar sinais de interação entre medicamentos e efeitos adversos; referenciar para o atendimento médico para estabelecimento de prioridades; promover esclarecimentos sobre os riscos da auto-medicação em atendimentos individuais, atividades em grupo e visitas domiciliares; e, ofertar ações que possam substituir a necessidade de maior número de medicamentos são ações importantes da ESF para prevenção de agravos e promoção da saúde
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8655
07/Apr/2017

  • DOENÇAS (C)
  • Condições Patológicas, Sinais e Sintomas (C23)
  • Processos Patológicos (C23.550)
  • Atributos de Doença (C23.550.291)

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)

  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Políticas, Planejamento e Administração em Saúde (SP1)
  • Políticas Públicas de Saúde (SP1.001)
  • Estratégias (SP1.001.007)
  • Estratégias Nacionais (SP1.001.007.023)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)
  • Saúde da Família (SP2.006.052)

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Serviços de Saúde (SP2.031)