FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Planejando atenção odontológica para crianças de até cinco anos, de uma Unidade da Estratégia Saúde da Família do município de Caratinga/MG
A cárie dentária é uma doença infecto-contagiosa e sabe-se da importância dos cuidados odontológicos precoce, ainda na primeira infância, visando o controle da saúde bucal e evitando a experiência da doença cárie nesta idade. O objetivo deste trabalho foi elaborar um plano de ação que visa diminuir a prevalência da cárie dentária em crianças até os cinco anos, através de medidas educativas e preventivas para as mesmas, seus responsáveis e/ou cuidadores adscritos em uma equipe de Estratégia de Saúde da Família do município de Caratinga. Para a fundamentação cientifica foi realizado uma revisão de literatura sobre promoção de saúde bucal na primeira infância, utilizando publicações nacionais e algumas internacionais, acessíveis na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e artigos científicos disponíveis em bases de dados MEDLINE (Literatura Internacional em Ciências da Saúde), LILACS (Literatura Latino americana em Ciências da Saúde), SCIELO (ScientificElectronic Library Online) e Google acadêmico, selecionados no período de setembro de 2012 a maio de 2013, publicados a partir de 1990.Foi realizado com base no planejamento estratégico situacional e compreende as seguintes etapas: definição do problema; priorização do problema; descrição do problema priorizado; explicação do problema; identificação dos nós críticos; desenho das operações; identificação dos recursos críticos; análise de viabilidade do plano de ação; elaboração do plano operativo e gestão do plano.O plano de intervenção realizado pela ESF Anápolis I é exequível, uma vez que possui os recursos necessários para sua realização e superação dos nós críticos identificados. Mostra a necessidade de envolver no processo os cuidadores e os educadores e, também a realização de ações intersetoriais. Além disso, aprimorar o processo de trabalho da ESB.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8863
06/Jun/2017