FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Qualidade da atencao pre-natal na rede publica Melhoria contínua da qualidade da atenção ao pré-natal e puerpério
 No Brasil, a mortalidade materna e infantil é um problema de saúde pública que deve ser acompanhado de perto, já que as complicações na gestação, parto e puerpério constituem a décima causa de mortes entre mulheres. Várias situações que são observadas no cotidiano das unidades básicas de saúde contribuem para o aumento na taxa de mortalidade, devido o atendimento pré-natal inadequado.   Para solucionar este problema de saúde, deve-se identificar e tratar os problemas de saúde e as doenças transmissíveis de mãe para filho. Além disso, é necessário aprimorar o acesso às informações, o vínculo construído entre a gestante, sua família e a unidade básica de saúde e para tanto os profissionais devem receber capacitação adequada, assim como educação continuada para atender melhor a população.    

  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Administração de Serviços de Saúde (N04 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Saúde Ambiental (SP4 )
  • Ciências Sociais (SP4.127 )

  • DISCIPLINAS E OCUPAÇÕES (H )
  • Ocupações em Saúde (H02 )
  • Medicina (H02.403 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Características da População (N01 )
  • Saúde (N01.400 )
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N )
  • Meio Ambiente e Saúde Pública (N06 )
  • CIÊNCIA E SAÚDE (SH )
  • Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde (SH1 )
  • Atividades Científicas e Tecnológicas (SH1.020 )
  • Domínios Científicos (SH1.020.020 )
  • Ciências da Saúde (SH1.020.020.040 )

  • DENOMINAÇÕES DE GRUPOS (M )
  • Pessoas (M01 )
  • Mulheres (M01.975 )
  • SAÚDE PÚBLICA (SP )
  • Estudos Populacionais em Saúde Pública (SP3 )
  • População (SP3.001 )
  • Pessoas (SP3.001.004 )
  • Mulheres (SP3.001.004.080 )
https://ares.unasus.gov.br/acervo/static/files/Termos de uso do ARES.pdf
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/9983
19/Dec/2017