FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Implantação e gerenciamento do Serviço de Atenção Domiciliar - ATENÇÃO DOMICILIAR
Programa Multicêntrico de Qualificação Profissional em Atenção Domiciliar. No módulo intitulado Implantação e Gerenciamento do Serviço de Atenção Domiciliar o objetivo geral da aprendizagem é subsidiar o processo de implantação e gerenciamento do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) integrado à rede de atenção à saúde. Os aspectos abordados tratam das modalidades de Atenção domiciliar AD1, AD2 e AD3, cujas prerrogativas foram estabelecidas pela Portaria GM/MS nº 963 de 27 de maio de 2013. - Na unidade 1 Estabelecimento de pactos e fluxos é abordado o Serviço de Atenção Domiciliar e suas modalidades de atendimento com o objetivo de especificar o que caracteriza o Serviço de Atenção Domiciliar, suas modalidades, características e possibilidade de implantação; a infraestrutura de funcionamento do SAD com a finalidade de identificar os elementos essenciais para a implantação e o funcionamento do SAD, tais como: a infraestrutura, o estabelecimento de protocolos assistenciais e fluxos de acesso do paciente a todos os serviços e pontos da rede de atenção à saúde e suportes sociais necessários; a relação com a Rede de Atenção à Saúde e outros setores para identificar elementos da rede de atenção à saúde (RAS) essenciais ao bom desempenho do SAD e compreender a necessidade de estabelecer a organização dos fluxos assistenciais que se darão entre o SAD e a RAS para a integração com os demais componentes da rede de serviços do município e região; compreender o fluxo de acesso ao SAD tendo como objetivo estabelecer fluxos de acesso e de informação dos usuários do SAD e os diversos pontos de atenção da RAS; descrever os critérios e condições de elegibilidade, alta ou saída na Atenção Domiciliar com o objetivo de identificar e eleger critérios de admissão e de alta ou saída dos usuários do SAD.  Ao final espera-se que o aluno seja capaz de reconhecer a importância de garantir infraestrutura de funcionamento do SAD; eleger critérios de admissão dos usuários do SAD, identificar elementos da rede de atenção à saúde (RAS) essenciais ao bom desempenho do SAD e estabelecer fluxos de acesso e de informação dos usuários do SAD e os diversos pontos de atenção da RAS. – Na Unidade 2 Composição e formação da equipe do SAD buscou-se conhecer a composição necessária à implantação da equipe de saúde do SAD, identificando os mecanismos de seleção e contratação dos profissionais da equipe do SAD com a composição mínima das Equipes de Atenção Domiciliar EMAD Tipo 1 e Tipo 2 e a composição da Equipe Multidisciplinar de Apoio - EMAP que será determinada segundo as necessidades locais. – Na unidade 3 Divulgação e acompanhamento do SAD descreve-se subsídios para fazer a divulgação do SAD em um município, assim como realizar o monitoramento e avaliação do serviço. Neste módulo temos a apresentação de um depoimento da gestora do SAD em Blumenau – Santa Catarina apresentado na unidade 1. Módulo da Atenção Domiciliar.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/1646
29/Oct/2014
2014

  • TÉCNICAS E EQUIPAMENTOS ANALÍTICOS, DIAGNÓSTICOS E TERAPÊUTICOS (E)
  • Terapêutica (E02)
  • Assistência ao Paciente (E02.760)
  • Cuidados de Enfermagem (E02.760.611)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • Serviços de Saúde Comunitária (N02.421.143)
  • Serviços de Assistência Domiciliar (N02.421.143.524)
  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Instituições de Saúde, Recursos Humanos e Serviços (N02)
  • Serviços de Saúde (N02.421)
  • Cuidados de Enfermagem (N02.421.533)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)