FICHA TÉCNICA DO RECURSO

Manejo do Zika Vírus na Atenção Primária à Saúde
O Zika é um vírus de cadeia simples de RNA da família Flaviviridae. Trata-se de uma arbovirose, transmitida principalmente pela picada de mosquitos infectados, do gênero Aedes, especialmente o Aedes aegypti. O vírus foi identificado pela primeira vez em 1947 na África e casos autóctones da doença foram identificados no Brasil em maio de 2015, na região nordeste do país. Em julho do mesmo ano, foi relatada pela primeira vez a associação entre a infecção pelo Zika vírus e os casos de microcefalia. A doença causada pelo vírus Zika apresenta risco superior a outras arboviroses, como dengue, febre amarela e chikungunya, para o desenvolvimento de complicações neurológicas, como encefalites, Síndrome de Guillain Barré e outras doenças neurológicas. Uma das principais complicações é a microcefalia. Por esse motivo, é importante que os profissionais de saúde que atuam na Atenção Primária à Saúde (APS) estejam preparados para auxiliar na prevenção da doença, na identificação e no correto manejo dos casos, com o objetivo de prevenir e identificar as possíveis complicações. Este curso tem como público-alvo os profissionais de saúde de nível superior que atuam na Atenção Básica e tem uma carga horária de 20 horas.
https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/15169
05/Jun/2020
2019


  • ASSISTÊNCIA À SAÚDE (N)
  • Características da População (N01)
  • Saúde (N01.400)
  • SAÚDE PÚBLICA (SP)
  • Atenção à Saúde (SP2)
  • Saúde de Grupos Específicos (SP2.006)

  • ORGANISMOS (B)
  • Vírus (B04)
  • Vírus de RNA (B04.820)
  • Flaviviridae (B04.820.250)
  • Flavivirus (B04.820.250.350)